PAE - UM RECANTO DE PAZ

UM REDUTO DE PAZ DE "MARIA DOLORES"

sexta-feira, 11 de março de 2016

FILOSOFIA DO INFINITO


Fernando Rosemberg
No que se inspirara, este que lhes escreve, para dar o referido título – Filosofia do Infinito – ao seu novo blog cibernético?

E digo que estivera me inspirando em ‘O Livro dos Espíritos’ mesmo que, em dado momento de sua palavra superior, se referem ao Espiritismo como Ciência do Infinito. Entretanto, dir-se-ia que há alguma diferença entre Ciência Oficial e Filosofia Acadêmica, pois que:

-Ciência: mais restrita que a Filosofia, Ciência se refere o todo e qualquer conhecimento ou prática sistemática do mesmo; noutros termos, dir-se-ia que Ciência se refere ao sistema de se adquirir conhecimento baseado no método científico, ou seja, de suas pesquisas; e, por sua vez:

-Filosofia: literalmente quer dizer: amigo da sabedoria ou amor pelo saber, e, dir-se-ia, que, em tais termos, trata-se do estudo de problemas fundamentais relativos à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores estéticos e morais, à mente e à linguagem, e etc. (Vide, por exemplo: “Paralelos em Filosofia”, e.Book de nossa autoria já publicado pela Web-Artigos). E o fato é que a Filosofia, ao abordar tais problemas, ela se distingue da mitologia, da religião e outras crenças pueris por sua ênfase em argumentos lógicos e racionais; mas, por outro lado, também se diferencia das pesquisas científicas por não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações; conquanto use, muitas das vezes, dados daquela pesquisa científica. Assim, que se repita que, em seus métodos priorizam-se a argumentação lógica e racional, a análise conceptual, bem como as experiências do pensamento e outros mais.

Diferenciando-se um tanto da Ciência Oficial, dir-se-ia que a Filosofia Acadêmica trata de um saber bem mais amplo, bem mais abrangente que aquela outra.

Em nosso caso, e conquanto use argumentos científicos e filosóficos, bem como dados extraídos da própria Ciência Espírita e da Ciência Oficial, vejo que, ao me utilizar do título: Filosofia do Infinito, estou e estarei tratando de temas bem mais abrangentes ainda, ou seja, que além de tais, tem toda uma vasta porção de conhecimentos já realizados pelo Espiritismo, e, mais ainda, todo um infinito de saberes por fazer, mas com base, diga-se, e, reafirme-se, nos saberes já admitidos por nossa mais moderna Ciência e os mais notórios dados obtidos pela Filosofia, seja antiga, seja moderna, pois tanto nesta, como naquela, se pode obter excelentes dados formalizados pelos mais notórios pesquisadores, mais notórios filósofos.

E, de nossa parte, ainda, lembremos, neste finalmente, que aquele sábio e superior ‘Livro dos Espíritos’ de nossa inspiração, adotara, em sua página inicial, justamente os dizeres:

-Filosofia Espiritualista-

-Contendo os Princípios da Doutrina Espírita-

-Sobre a Imortalidade da Alma, a Natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as Leis Morais, a vida presente, a vida futura e o futuro da humanidade segundo o ensinamento dado pelos Espíritos superiores com a ajuda de diversos médiuns-

-compilados e ordenados por Allan Kardec-

Em que já, por aí, se nota a abrangência do nosso blog que, tal como Kardec, está livre do espírito de sistema, albergando as mais importantes contribuições dos mais notáveis experimentadores, filósofos, escritores e confiáveis médiuns pós-Codificação Espírita.

Autor: Fernando Rosemberg Patrocinio:
Coordenador de Estudos Doutrinários, Palestrante e Escritor de diversos e.Books gratuitos na Web-Artigos e em seu blog:

Filosofia do Infinito

Ou, então:



Meu agradecimento a Você Leitor e a Jorge Hessen: Profundo Pensador, Estudioso e Escritor de relevantes temas doutrinários.